Quem somos e o que fazemos

No final de 2013 a produtora e empreendedora Mel Masoni teve a ideia de criar um projeto que amenizasse a dor emocional atrelada ao diagnóstico e tratamento do câncer de mama, fazendo com que essas mulheres pudessem  perceber a beleza única que têm, independente das modificações físicas. A ferramenta utilizada para  causar esse impacto positivo foi a fotografia. Foram meses de pesquisa  e muitas conversas com mulheres diagnosticadas com câncer para que ficasse nítida a necessidade de agregar bem estar emocional à essas mulheres. Através de divulgação no Facebook, em grupos relacionados ao tratamento do câncer, apareceram as primeiras mulheres interessadas nessa nova proposta. No ano de 2014 foram realizados  3 ensaios fotográficos profissionais, com uma equipe de voluntários das áreas de produção, fotografia e maquiagem. No ano de 2015, foram realizados  5 ensaios, com 8 mulheres e diversos voluntários. No mesmo ano, o Projeto realizou sua primeira exposição multimídia, com as fotos e os vídeos dos ensaios, a convite do Consórcio BRT, no Terminal Alvorada, no Rio de Janeiro.

Em 2016 o Projeto Pérolas teve uma média de 350 novas mulheres, de vários estados brasileiros, querendo participar. Diante de tamanha procura e constantes conversas com elas, o projeto foi se modificando naturalmente, abrindo espaço para mulheres diagnosticadas com outros tipos de câncer, além do de mama. Foi criado um grupo no whatsapp, para que essas mulheres, carinhosamente chamadas de Pérolas, pudessem interagir. O grupo tem 60 mulheres em diferentes fases do tratamento que interagem diariamente, trocando informações e afetos. É um grupo onde a fraternidade, irmandade, união e cuidado mútuo entre mulheres, é praticada e incentivada.

Em outubro de 2016 foi criado um núcleo de terapia em grupo, com encontros semanais no Rio de Janeiro e em Niterói. Essa iniciativa foi tomada para suprir a necessidade por parte das Pérolas de dar continuidade ao bem estar emocional proporcionado através dos ensaios fotográficos. A psico-oncologista Marília Zendron foi convidada a participar do Projeto, coordenando as voluntárias Luana Chagas, psicóloga que atende`as Pérolas no Rio de Janeiro, e Jane Portugal, psicanalista que atende as Pérolas em Niterói. Com o atendimento psicológico gratuito às Pérolas, o projeto propõe cuidar da saúde emocional dessas mulheres, ao mesmo tempo em que obtém dados importantes para a criação de tratamentos mais humanizados e holísticos, para as pacientes com câncer.

Em janeiro de 2017 o Projeto Pérolas firmou uma parceria com uma clínica de estética, a fim de realizar o procedimento de micropigmentação paramédica da aréola para as Pérolas que fizeram a reconstrução mamária, sem custo algum para elas.

Os ensaios fotográficos continuam sendo realizados e são o carro chefe do Projeto. Eles acontecem em locações diversas, através de parcerias, com uma equipe feminina de voluntárias de produção, fotografia, maquiagem, vídeo e expressão corporal e com até oito modelos por ensaio. Mulheres de todo o Brasil buscam esse carinho, como forma de aceitação de sua imagem. Com 3 anos de experiência, o projeto possui dados e depoimentos que comprovam a eficácia da autoestima na resposta ao tratamento e às adversidades vividas nesse período.

As exposições fotográficas e multimídias acontecem como forma de disseminação da ideia de que há vida e beleza após o diagnóstico do câncer, chamando a atenção da população para a importância do cuidado com a saúde emocional. Em outubro de 2016 o Projeto Pérolas participou de 5 exposições simultâneas, no estado do Rio de Janeiro.

A crescente procura de mulheres diagnosticadas com câncer ao Projeto Pérolas, os depoimentos espontâneos feitos por elas, através de vídeos, áudios e textos, a progressiva aparição do projeto na mídia, a procura constante de voluntários das mais diversas áreas, inclusive da área de saúde, e a nítida melhora na forma de lidar com o câncer e com a vida, que elas apresentam depois de fazerem parte do projeto, nos dá o respaldo para continuarmos a investir tempo e dedicação a essa iniciativa. Como um projeto plural, em plena expansão, há inúmeras possibilidades e parcerias que podem ser firmadas, tendo como foco o pilar emocional através de um tratamento holístico. Eis algumas dessas possibilidades:
• Tratamento com fisioterapeuta ou osteopata para que mulheres diagnosticadas com câncer não precisem conviver com a dor física remanescente da mastectomia, quimioterapia e radioterapia.

• Atendimento jurídico para sanar as dúvidas sobre os direitos que elas têm e os procedimentos corretos em cada caso.

• Aulas sobre alimentação correta e eficaz para fortalecimento do organismo durante o tratamento do câncer.

• Publicação de livros com as fotos e as histórias das Pérolas, com distribuição gratuita nas salas de quimioterapia de clínicas e hospitais, para que elas não se sintam sozinhas nesse momento.

Conheça nosso trabalho, nos apoie e divulgue! Estamos presentes nas redes sociais.

“Foi através do Projeto Pérolas que eu aceitei meu corpo como ele está…quando a gente se aceita, tudo fica melhor.”

Firmina

“As fotos me fizeram sentir de novo mulher…o que eu tinha perdido – ou adormecido – ressuscitou. Mexe muito com a cabeça da gente.”

Dolores

“O Projeto Pérolas me fez sentir bela, levantou minha autoestima e me deu a oportunidade de mostrar a outras mulheres, a importância da prevenção e do amor próprio”

Marcia

“O meu muito obrigada a toda equipe do Projeto Pérolas. Sem a competência, respeito e carinho de todas vocês, nada disso seria possível. Amo vocês!”

Lucia

Traballho voluntário

Conheça os profissionais que já contribuiram para com o Projeto Pérolas.